Eu já sei

Ela correu na minha direção sorrindo e pulando. Era de sorriso fácil e como isso tornava nossa amizade melhor.

– Sonhei que você se casava. Estava linda… – As lembranças brilharam nos olhos dela e eu voei imaginando um vestido de renda, flores no cabelo, sapatilha…

– E como meu noivo era?

Ela tentou sorrir mas revelou que não sabia. Não tinha o enxergado, só tinha visto a mim. Mais uma vez viajei imaginando um altar vazio.
Meu peito doeu. Tratei de imaginar como eu gostaria que ele fosse.

Gostaria que ele fosse calmo e seguro de seu valor como pessoa. Que o seu toque fosse macio e que seus lábios fossem doces, cheios de gentileza.

No seu abraço eu seria amante, amiga, amada, guiada, sentiria um pedaço do céu.

Enquanto eu sonhava senti uma dor do braço e percebi que eram as unhas da menina inquieta com minha divagação.

Ela quis saber o porquê de tanto suspense e falta de atenção. Respondi que já sabia pra qual coração dar a mão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close